Índice

Para mais conteúdos como este, cadastre-se para receber nossa newsletter.

Quero receber

Compartilhe

Desenvolver um aplicativo profissional vai muito além do que apenas saber sobre programação. Inclusive, o processo de criação começa bem antes de chegarmos na fase de programação em si. Passa pela concepção, planejamento, escolha da tecnologia, UX/UI design e aí sim, o desenvolvimento, com muitos testes. Vamos entender melhor como funcionam essas fases? Continue a leitura!

 

O que faz um aplicativo ser bem-sucedido?

A primeira questão a se entender é que não basta ter uma ideia genial. Grandes aplicativos de sucesso, como Uber, iFood, Instagram, por exemplo, não surgiram com uma ideia pronta de primeira. Existem muitas questões a serem avaliadas dentro de um grande planejamento, que define, entre outras coisas, diversas fases do desenvolvimento, partindo do Mínimo Produto Viável (MVP) até chegar no aplicativo final que será lançado. 

 

Como o mercado de desenvolvimento de apps iOs ou Android se tornou extremamente competitivo, para se destacar é preciso ter realizado um planejamento bem completo, garantindo assim que o seu app irá atender às necessidades e expectativas dos usuários através de técnicas ágeis, de experiência do usuário (UX), design de interface do usuário (UI), prototipagem, entre outras. Todas essas ferramentas auxiliam seu aplicativo a encantar usuários e se tornar essencial em suas rotinas, sem desperdiçar tempo e dinheiro com recursos inúteis e correções de problemas que poderiam ter sido evitados. 

 

Segundo a Google, empresa dona de uma das maiores lojas de apps, a Google Play Store, elenca algumas melhores práticas de desenvolvimento para oferecer um app de sucesso: 

  • Crie uma ótima experiência do usuário: entenda como os usuários irão interagir com o app, utilize componentes e padrões de interface de usuário (UI) e desenhe o app de forma que seu uso gere engajamento e conversões; 
  • Entenda as políticas das lojas e faça testes de qualidade: defina critérios para confirmar que seu app entrega os recursos chave e a funcionalidade que os usuários esperam, reduzindo assim as chances de de problemas serem descobertos após o app ser lançado;
  • Crie um design pensando em diferentes tipos de audiência: inclua em seu planejamento que seu app pode resolver diferentes tipos de desafios, para diferentes audiências; 
  • Use as ferramentas e a infraestrutura corretas para desenvolver um app escalável: nesse ponto, é importante manter em mente que você precisará medir a atividade dos usuários no seu app, para conseguir insights de como melhorá-lo a cada atualização.

 

Vamos entender melhor agora como se dão as fases do desenvolvimento de aplicativos, para depois elencarmos os pontos mais importantes desse processo. 

O processo de desenvolvimento de aplicativos 

1 – Concepção 

É aqui que tudo começa. Nessa fase, serão respondidas as principais questões que nortearão todo o desenvolvimento de apps: qual a finalidade desse app para sua empresa, qual é o público, que recursos o app precisa conter, entre outras. 

É importante que na concepção da ideia, você defina o principal objetivo do app, conheça o perfil do usuário, escolha um modelo de negócios e como esse app será monetizado, ou seja, como ele irá gerar receita, para então definir que tipo de recursos ele precisa para entregar essa solução completa ao usuário. Tudo isso precisa ser englobado em um planejamento detalhado para que seja possível iniciar a próxima fase. 

 

2 – Escolha da tecnologia 

A partir do planejamento, sabendo-se que tipo de recursos o app irá oferecer, é preciso definir a plataforma em que ele será desenvolvido. As mais populares são as dos sistemas Android e iOS, e o recomendado é utilizar as duas, para que você consiga atingir mais pessoas. 

Logo depois, é definido se o seu app será nativo ou híbrido. O app nativo é desenvolvido em uma plataforma específica e o híbrido une o nativo com a linguagem da web, possibilitando que ele possa ser utilizado pelo navegador da web, por exemplo. 

3 – Design UX/UI

Chegou a hora do design! De nada adianta ter as melhores funcionalidades, mas não ter um layout atrativo e agradável para o usuário. Na fase de design, são aplicadas técnicas UX/UI, com foco em entregar a melhor usabilidade possível do aplicativo. O app precisa ser intuitivo, fácil de utilizar e que siga os princípios da arquitetura de informação, que organiza as partes de um sistema para que ele seja o mais compreensível possível ao usuário.

As técnicas de UX garantem que depois de baixarem o aplicativo, os usuários tenham uma experiência positiva ao usá-lo e, devido a isso, continuam utilizando. Esse percentual de usuários, que volta a utilizar o aplicativo, é um indicador ainda mais importante do sucesso. 

4Testar, testar, testar

Uma das fases mais importantes antes do lançamento do seu app são os testes. É nela que são verificados possíveis erros, onde é checada a compatibilidade com diferentes sistemas operacionais, a usabilidade e funcionamento. Existem diversas maneiras de fazer a testagem. Geralmente, são utilizados protótipos, versões não finalizadas, porém fiéis ao que o app se propõe a ser quando finalizado. 

É possível testar em simuladores durante a fase de desenvolvimento, em entregas parciais direto no aparelho e até mesmo com um pequeno grupo de usuários pré-selecionados antes da publicação. Com certeza a sua equipe de desenvolvimento saberá indicar o tipo de teste mais adequado. Além de oferecer suporte após o lançamento do aplicativo, para eventuais atualizações e mudanças. 

Quando todos esses quesitos estiverem completos, aí sim chegou o momento de publicar o app nas lojas. 

Pontos que você precisa trabalhar para desenvolver um aplicativo profissional

Como vimos até aqui, para desenvolver aplicativos profissionais, há um longo caminho a ser percorrido. Mas passando por esses passos e contando com uma equipe especializada, com certeza a sua ideia poderá se transformar no próximo app do momento. 

Vamos relembrar então o que não pode faltar nas fases de desenvolvimento de um app para que ele se torne um sucesso: a utilidade, qual problema o aplicativo irá resolver para o usuário; a experiência do usuário, se a interação do mesmo será positiva; arquitetura de informação, se a interface está organizada de maneira que o usuário entenda como utilizar o app; técnicas de UI, onde o designer garante que a interface do aplicativo seja amigável. 

Como fazer tudo isso?

Como vimos ao longo do texto, desenvolver um aplicativo não é algo tão simples se você quer que ele seja profissional e tenha chances de ter sucesso. É preciso passar por diversas etapas importantes, que envolvem diferentes especialistas, de diferentes áreas. Existem empresas, como a Attri, que podem suprir essa demanda, com uma equipe especializada e multidisciplinar, que irá auxiliar desde o planejamento do aplicativo até o seu lançamento, estratégias de marketing e suporte. 

 

Fale com nossos consultores para encontrarmos a melhor solução para tirar a sua ideia do papel e transformá-la em um app de sucesso.

Fale com um especialista

Compartilhe

Quem escreveu este conteúdo:

Bruna Reis

Bruna é bacharel em Comunicação - Jornalismo pela PUCRS, cursando especialização em User Experience, também na PUCRS. Já foi repórter de portais de notícias e revistas de ciência. Hoje, dedica seu tempo a aprender cada vez mais sobre a arte da redação, aliada à experiência do usuário.

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email