Índice

Para mais conteúdos como este, cadastre-se para receber nossa newsletter.

Quero receber

Compartilhe

O conceito de UX vai muito além de apenas criar uma interface com o usuário. Na verdade, o objetivo da experiência do usuário é alavancar a satisfação dele, ao utilizar um produto ou serviço.

No entanto, quando falamos de usuário, esquecemos que nem sempre se trata do consumidor final. Existe um vasto universo de possibilidades a serem trabalhadas, principalmente no contexto B2B (business to business).

Neste artigo, vamos falar sobre como a frente de UX tem sido implementada para produtos focados em empresas. Boa leitura!

 

De negócio para negócio

Quando falamos de telas e produtos digitais corporativos como a intranet, seja para consultar o ponto eletrônico, buscar o telefone do RH ou até mesmo encontrar um colega de trabalho na lista de contato no sistema, quem nunca se deparou com telas visualmente arcaicas, com uma interface típica dos anos 90? 

 

Ao ressaltar tais experiências, não tem como evitar a pergunta: por que as interfaces corporativas são tão ruins? Por que elas não merecem a devida atenção?  Afinal, entre usuários B2B e B2C, somos todos consumidores. A expectativa e o grau de exigência do usuário interno é tão alto quanto a de um consumidor final. Não existe, portanto, uma diferença gritante, mas o que muda são os objetivos e as necessidades atendidas pela interface quando o usuário passa a usar a ferramenta.

 

Falando sobre a importância da UX para sistemas B2B, Jakob Nielsen, diretor da Nielsen Norman Group, cita em um dos seus artigos:

Frases do jakob nielsen ux

A partir daí, temos algumas pistas que nos ajudam a entender melhor a razão das interfaces corporativas não receberem a mesma atenção. Continue a leitura com a gente para entender!

 

Usuários finais invisíveis

Um dos principais papéis da frente de UX é aliar as necessidades do negócio com os objetivos do usuário, entregando assim, a melhor experiência possível. No entanto, quando falamos de B2B, a conversa é um pouco diferente.

 

Aqui, não temos apenas uma relação entre usuário e marca, mas sim, usuário + criador do software + marca. Por isso, outros fatores vão ter um maior peso decisivo do que a usabilidade, como o orçamento e o relacionamento que a empresa tem com os fornecedores. Portanto, ganha quem entregar um produto que funcione, com o melhor custo benefício. E a usabilidade? Ah, fica para a próxima.

As fábricas de software

O mercado de softwares e sistemas nunca foi marcado por fábricas de desenvolvimento que chegaram ao mercado oferecendo entregas disruptivas. Afinal, para a relação B2B, o importante é o orçamento. Sendo assim, não existia uma necessidade de aprimorar a experiência dos produtos confeccionados. Mas a chegada das startups e o seu ritmo frenético em entregar produtos com uma excelente experiência, fez com que o segmento começasse a mexer os pauzinhos e melhorar a questão da usabilidade.

 

O crescimento da UX nas empresas

A frente de User Experience ainda é uma novidade, principalmente no ambiente corporativo, mas os benefícios em investir na experiência do usuário são assuntos que vêm ganhando atenção. Por isso, só agora as grandes corporações enxergam essa área como um investimento capaz de promover os resultados da empresa a longo prazo.

É importante ressaltar que o papel do UX Designer dentro de uma corporação não é apenas entregar telas bonitas, com boa usabilidade, mas sim, mapear novos produtos que auxiliarão na produtividade dos colaboradores, identificar possibilidades nos fluxos de trabalho, entrevistar os colaboradores de diferentes áreas para entender suas dores e desejos no dia a dia para então fazer suas descobertas que guiarão os próximos produtos e serviços B2B.

 

As vantagens da UX no contexto B2B

Vantagens da UX para B2B frases

Novos tempos estão chegando

O papel da UX dentro do universo B2B ainda é pequeno, mas o momento em expandir essa área acaba de chegar. Parece utópico, mas em breve, os sistemas internos das empresas serão tão cativantes quanto os aplicativos Trello, Slack, Google Meet, entre outros. Basta que os profissionais de UX agarrem essa oportunidade para mostrar às corporações o quanto é importante investir nos produtos e serviços internos.

 

A Attri entende o quanto a experiência é uma ferramenta fundamental para o sucesso dos negócios. Afinal, entender e valorizar o conceito da UX é preservar o futuro dos negócios, principalmente quando falamos em B2B. É por isso que somos especializados no assunto! Temos um time completo com designers, pesquisadores, desenvolvedores e redatores que dão vida aos seus projetos.

Fazemos um trabalho aprofundado, entendendo as dores e identificando as oportunidades de inovação da marca através de um produto eficiente, encantador e com uma excelente experiência, que fará toda a diferença no dia a dia dos colaboradores da sua empresa.

 

Conheça os nossos cases de produtos ricos em Experiência do Usuário e descubra o que podemos fazer pela sua empresa.

Fale com um especialista

Compartilhe

Quem escreveu este conteúdo:

Daniela Barbosa

Oi! Sou a Dani Barbosa, redatora, formada em Publicidade e Propaganda e cursando pós em Gestão Estratégica de UX Design. Ao invés de ser tagarela, uso o teclado para trocar ideias! Fique à vontade por aqui, tem muito artigo legal pra ser lido.

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email