Índice

Para mais conteúdos como este, cadastre-se para receber nossa newsletter.

Quero receber

Compartilhe

Conceito definido em 2001, a Big Data nunca esteve tão presente no dia a dia de empresas, agências e desenvolvedores. Big Data é o nome que se dá para a análise e interpretação do gigantesco volume de dados que cerceiam as operações de qualquer tipo de empreendimento, tenha este negócio mais ou menos intimidade com ferramentas digitais de consulta e coleta dos dados. Através da análise destes dados, é possível ter insights que refletem em significativas melhorias nos produtos e serviços. Estima-se que atualmente existam mais de 40 trilhões de gigabytes de dados na Big Data. Associado a uma inteligência analítica, a Big Data se torna um rico material de consulta para analistas dos mais variados setores, incluindo desenvolvedores e designers de aplicativos.

bigdata diagrama

Os 5 Vs da Big Data: volume, variedade, valor, veracidade e velocidade.

 

Analisando a experiência do usuário para aprimorá-la

A análise da experiência do usuário, ou UX Analytics é um processo fundamental na criação dos aplicativos mais populares. A Big Data estuda essencialmente o comportamento crítico do usuário final que direciona o foco para as funcionalidades essenciais de um app. Essa análise comportamental do usuário durante a experiência com o app é a matéria-prima para que os desenvolvedores aprimorem um aplicativo de sucesso, ou construam uma nova ferramenta. As atualizações permitirão que o usuário customize o aplicativo de acordo com suas preferências. A análise de Big Data possibilita que o desenvolvedor encontre e corrija falhas que dificultem a experiência do usuário.

diagrama ux

O acesso ao Big Data permite que os desenvolvedores melhorem os apps e corrijam as falhas.

Mas a construção de um app funcional e sem falhas leva tempo, e tempo custa. Um app similar ao Uber leva aproximadamente 5.39 meses para ser desenvolvido. Mas para o aplicativo se tornar parte da rotina do usuário, é necessário analisar uma série de dados baseados nos hábitos de consumo do cliente, como localização, forma de pagamento, informações bancárias, entre outros. Acessar essas informações através da Big Data garante um funcionamento mais refinado do aplicativo. As próprias respostas dos usuários aos recursos do aplicativo servem de inspiração para os desenvolvedores incluírem mais atributos de inovação nas atualizações.

A UX Analytics é um processo semelhante à análise de Big Data dentro de uma empresa, como, por exemplo, o setor de marketing. Mas neste caso, as melhorias visam um aplicativo de melhor usabilidade, ou um site de navegação prático e funcional. A medição e análise das atividades do usuário, através do Big Data voltado para UX, proporciona insights que refletem em como o design deve ser adaptado para conhecer as necessidades atuais dos usuários, assim como as que podem ser modificadas.

ux analysis

As melhorias e assertividades surgem a partir da análise do comportamento do usuário em sua jornada como consumidor e sua experiência como usuário.

 

As medições de Big Data em UX podem ser quantitativas ou qualitativas. As medições quantitativas de Big Data em UX apontam o que os usuários fazem, como, por exemplo, clicar em um link em específico, enquanto as medições qualitativas nos mostram o porquê eles clicam nesse link. Ambos os dados são cruciais para uma UX Analysis efetiva. O importante é que os dados não sejam um substituto da intuição do desenvolvedor e do designer, mas sim um complemento para suas próprias experiências como usuário final.

 

A biblioteca quase infinita do Big Data: como ler as respostas que os desenvolvedores procuravam?

 

Por muito tempo, aplicativos ignoravam os dados. Hoje, com a facilidade de acesso da Big Data, dados têm uma função essencial no desenvolvimento de aplicativos inovadores e estão prontos para solucionar os problemas do usuário final. Os dados conectados pela nuvem são como uma grande biblioteca repleta com os maiores clássicos da literatura, e também com outros tipos de publicações não muito bem quistas. Com o fácil acesso aos dados, descobrimos tendências e falhas, somos capazes de identificar sentimentos, mudanças de comportamento e ter outros insights construtivos para a experiência do usuário.

 

A criação de soluções inovadoras guiada por dados é mais construtiva do que disruptiva

 

Construir é o termo do momento no Vale do Silício. Talvez porque nunca tivemos tanta informação ao nosso alcance. Os aplicativos que você está desenvolvendo podem ser enriquecidos com análise de dados. A UX Analytics também configura o uso de informações de outros sistemas, transações históricas, arquivos binários analisados com IA e até mesmo fontes públicas: esses recursos também são dados relevantes a serem analisados e agregados ao seu projeto, criando uma experiência mais personalizada para o cliente.

 

De acordo com matéria do Newzoo, o número de usuários de smartphones chegará a 3.8 bilhões neste ano. O crescimento de usuários mobile refletiu no impulso da indústria de desenvolvimento de aplicativos. Empresas e startups focadas na construção de aplicativos mobile ajudam o mercado a planejar e desenvolver apps únicos e inovadores, sem deixar de priorizar as necessidades do usuário final.

Houve um aumento da dependência dos apps mobile para executar tarefas cotidianas. E os aplicativos exigem um uso imenso de dados. Não basta ter acesso aos dados, é fundamental uma ferramenta poderosa para analisar e gerenciar essa Big Data. A análise de Big Data em UX é essencial para que os desenvolvedores tenham insights baseados nos dados coletados pelo próprio aplicativo. Quando um usuário faz uso recorrente de um app no seu smartphone, o app coleta dados que são analisados pelas empresas para tornar a experiência deste indivíduo no aplicativo mais intuitiva. Cada clique durante o uso de um app, ou uma avaliação pública sobre sua eficiência, representam uma série de fatores comportamentais de um usuário final que servem como referência para aprimoramento desta ferramenta. E mais, até mesmo novas percepções que vão auxiliar empresas a tornarem a experiência do consumidor mais completa.

analise big data

A análise de Big Data no desenvolvimento de aplicativos trouxe mais eficiência através de várias ferramentas como o Customer Driven Apps, ou em português, aplicativos orientados ao cliente.

O cliente tem sempre razão: Customer Driven Apps e os aplicativos orientados às necessidades do usuário final

O sucesso inicial de um app tem a ver com seu visual, sua usabilidade, a real utilidade no dia a dia, e claro, não ter muitos bugs. Os usuários finais continuam adeptos ao app se ele for essencial às suas necessidades. A Big Data oferece um relatório baseado em uma cuidadosa análise da experiência do usuário, a UX Analytics. Ao focar nas necessidades dos clientes, fica mais fácil para os desenvolvedores produzirem aplicativos que entregam um desempenho voltado ao público e à excelência em UX.

Localizadas majoritariamente na Índia, Estados Unidos, Austrália, Reino Unido e Ucrânia, as maiores empresas de Big Data oferecem informações detalhadas sobre o comportamento do consumidor. Esses dados proporcionam a empreendedores e desenvolvedores ideias realmente inovadoras no desenvolvimento de novos aplicativos. Ou ainda, ideias para aprimorar aplicativos que já são um sucesso e atrair novos clientes, enquanto fidelizam o antigo usuário.

Desenvolver aplicativos orientados ao cliente faz com que as empresas não só aumentem seu rendimento, mas também ganhem uma boa impressão com o público.Se o usuário desempenha um papel vital nestes apps, as necessidades dos novos adeptos servem de referência para os desenvolvedores aprimorarem a experiência baseados no comportamento das pessoas ao utilizar o app. Se as mudanças acontecem conforme o público demanda (ou se transforma), o aplicativo precisa seguir as tendências que surgem durante o uso do app, constantemente atualizando ou até originando outros aplicativos para novas necessidades. Assim, o usuário, centro da estratégia dos desenvolvedores, reconhece a sua relevância no processo criativo do desenvolvedor, ainda que através de uma avaliação menos profunda. 

Dados em tempo real: análises que acompanham a velocidade das mudanças 

Ok, com a Big Data você pode acessar informações relevantes sobre o seu público para desenvolver aplicativos que o ajudem a resolver problemas do cotidiano. Mas em um mundo caracterizado pela mudança constante de comportamento, necessidades e tendências, quem garante o status de novidade nas informações acessadas para o usuário final ter uma experiência mais inovadora? Assistentes de Big Data são capazes de analisar dados em tempo real. Essas informações são as que mais possibilitam um aumento em conversão de vendas, por exemplo.

analises de big data

Se você pratica atividades físicas, com certeza tem um espaço no seu smartphone reservado para apps de monitoramento. Estes aplicativos só funcionam eficientemente se tiverem acesso a dados em tempo real, possibilitando uma vida mais saudável para o usuário. Apresentando as informações recolhidas pelo app para seu médico ou educador físico, o usuário consegue prevenir uma série de eventuais problemas de saúde, ou simplesmente ganhar o aval do doutor para continuar estabelecendo metas e desafiando limites. E não é só o usuário que pode fazer um excelente uso dos dados em tempo real: uma equipe de marketing, por exemplo, pode se adaptar às tendências do mercado no desenrolar de uma campanha com esses mesmos dados.

Como a Attri pode a Big Data usar a favor da minha empresa

Existem opiniões variadas sobre a quantidade de informações pessoais disponíveis nas Big Datas de empresas e governos. E apesar de o questionamento “estão roubando os meus dados?” ser uma pergunta honesta e comum, é mais provável que o seu comportamento de consumo online esteja sendo usado para aprimorar um app que ajuda você a escolher a modelagem correta de tênis para corrida, por exemplo, do que informar a Interpol sobre suas séries favoritas, ou o último lanche que você pediu no iFood. Mas a Big Data pode ser sobre mais do que apenas hábitos de consumo em aplicativos cotidianos. Medicina, educação, segurança, economia e uma infinidade de setores e áreas de atuação podem ser transformadas com a leitura adequada da Big Data em tempo real.  

Na Attri, nossa equipe faz uso da análise de Big Data para desenvolver soluções inteligentes para sua empresa, buscando sempre uma experiência do usuário mais completa.

Análise de Big Data é um recurso excelente para ser usado a favor do seu empreendimento. Entre em contato com nossos especialistas para desenvolvermos seu projeto!

Fale com um especialista

Compartilhe

Quem escreveu este conteúdo:

Matias Lucena

Matias Lucena, bacharel em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), redator publicitário, ilustrador de final de semana e apaixonado por música, futebol, quadrinhos e cinema. The Wire é o melhor storytelling da TV, mas meu coração vai estar sempre com a Família Soprano.

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email