Índice

Para mais conteúdos como este, cadastre-se para receber nossa newsletter.

Compartilhe

Os principais fatores que influenciam o comportamento de um consumidor

Os principais fatores que influenciam o comportamento de um consumidor

Definir a personalidade de uma marca é fundamental para o copy do UX Writing. O UX Writing é parte fundamental do desenvolvimento de UX em sites, aplicativos e plataformas. Ele precisa ser específico, direto, simples e acessível, e ao mesmo tempo, imprimir uma personalidade para marcas que façam o público se identificar com elas, sem confundir. Se a personalidade é uma influência do comportamento do consumidor que o define como tal, o texto inserido em produtos digitais precisa conversar com essas pessoas com o mesmo tom de voz.

 

UX Writing: um interesse crescente

Desde 2015, empresas e organizações passaram a prestar mais atenção às palavras do processo de desenvolvimento de produtos digitais e serviços. Antes, existia uma dificuldade em integrar uma interface o mais clara possível com apenas algumas palavras. O resultado, criado por designers visuais, era uma combinação de copywriting e redação técnica sem um tom de voz.

Nos últimos anos desde então, a importância da escrita tem sido uma epifania, porque organizações e designers perceberam que o conteúdo ajuda a desenvolver experiências claras e significativas. As palavras passaram a ser vistas como essenciais em qualquer experiência de usuário bem sucedida.

Por que personalidades no UX Writing são importantes?

Um conhecimento mais aprofundado de um público-alvo é fundamental para desenvolver produtos excepcionais. Personas de usuário, ou personalidades no UX Writing, auxiliam um time de produto a encontrar a resposta para suas mais importantes perguntas: “Para quem estamos criando?” Ao compreender as expectativas, preocupações e motivações dos usuários em potencial, fica mais fácil desenvolver um produto que satisfaça as necessidades dessas pessoas, e assim se torne um sucesso. A seguir, veremos alguns benefícios de utilizar personas no UX Writing:

Construindo empatia

Empatia é um valor essencial se os desenvolvedores de UX desejam criar algo que seja bom para as pessoas que vão utilizá-lo. Personalidades de UX Writing auxiliam os designers a criar compreensão e empatia com os usuários finais. Graças as personas, desenvolvedores conseguem:

  1. Obter uma perspectiva similar ao usuário. Criar personalidades de marcas faz com que os desenvolvedores se afastem um pouco de si mesmos e reconheçam que pessoas diferentes possuem necessidades e expectativas diferentes. Ao pensar nas necessidades de uma persona ficcional, desenvolvedores podem ser mais capazes de inferir o que uma pessoa real necessita.
  2. Identificar-se com o usuário para quem ele está desenvolvendo um produto ou solução digital. Quanto mais os desenvolvedores se engajarem com as personas de usuário e vê-las como pessoas reais, mais eles irão considerá-las durante o processo de desenvolvimento para criar o melhor produto para elas.
Criação de personas

Personalidade, comportamentos, informações demográficas, Necessidades e objetivos

Características e atributos de uma persona eficiente

Atributos de uma persona bem constrída

Atributos de uma persona bem constrída

Enquanto é fácil selecionar uma série de características de usuários e chamar de persona, é mais complexo criar personas de usuário que são realmente ferramentas de comunicação e design eficientes. A seguir, veremos algumas características de uma boa persona.

 

Criando personas de usuário em processo de desenvolvimento de UX

Processo de desenvolvimento de UX

Processo de desenvolvimento de UX

A pesquisa que antecede a construção de pessoas de marcas normalmente acontece antes do processo de desenvolvimento de UX. No processo chamado Design Thinking, desenvolvedores frequentemente começam a criar personas na segunda fase. Assim como a maioria dos elementos de design, personas devem ser desenvolvidas interativamente. Personas serão usadas durante todas as frases finais de um processo de desenvolvimento para informar decisões feitas pelo time.

 

5 passos para criar personas para sua marca

As personas podem ser criadas de diversas formas – tudo depende do orçamento, do tipo de projeto e dos tipos de dados que os desenvolvedores conseguem coletar. Conheça cinco etapas fundamentais para você criar a persona de uma marca.

  1. Colete dados sobre os seus usuários

O primeiro passo é conduzir uma pesquisa de usuário para compreender a forma de pensar, as motivações e os comportamentos do público-alvo. As personas mais assertivas são baseadas em pesquisa de campo real – dados extraídos de entrevistas aprofundadas com usuários e dados de observação de usuários reais. Colete o máximo de informações sobre os usuários, entrevistando e/ou observando um número suficiente de pessoas que representam um público-alvo. Quanto mais o pesquisador observa e absorve durante as entrevistas, mais realista a persona será.

Em casos quando é impossível entrevistas ou observar pessoas reais, é possível criar uma persona baseada no que o time conhece sobre os usuários. Se o seu produto está disponível no mercado e possui seguidores reais, você pode contar com logs e análises de usuários para criar a persona, que nesse caso é chamada persona provisional, e é um bom substituto enquanto personas realistas estão sendo criadas.

Durante esta etapa, é importante evitar estereótipos na construção das personalidades da marca. Este tipo de recurso não traz valor algum ao processo de desenvolvimento de UX.

  1. Identificar padrões de comportamento da pesquisa de dados

Estratégias sugeridas pela autora e VP UX na Worbot, Kim Goodwin

Estratégias sugeridas pela autora e VP UX na Worbot, Kim Goodwin

O próximo passo é analisar insights de pesquisas. O objetivo durante esta etapa é encontrar padrões na pesquisa de dados do usuário que tornam possível agrupar pessoas similares em tipos de usuários.

  1. Crie personas e as priorize

A seguir, é importante montar as descrições de uma persona ao redor de padrões comportamentais. Aqui, a tarefa do pesquisador é descrever cada persona em uma forma que expresse compreensão e empatia o suficiente para entender os usuários.

Durante este passo, é melhor evitar a tentação de adicionar uma série de detalhes pessoais: um ou dois detalhes de uma personalidade podem dar vida a uma persona de marca, mas muitos detalhes podem ser distrativos e farão a persona perder credibilidade diante de ferramentas analíticas. Don Norman, autoridade em UX, coloca da seguinte forma: “personas precisam ser apenas realistas, e não reais, nem necessariamente precisas (desde que caracterizem com precisão a base de usuários).”

Com certa frequência, pesquisadores criam mais de um persona para cada produto. A maioria dos produtos interativos possuem segmentos de usuários de audiências múltiplas, e é por isso que parece lógico construir múltiplas personas. Minimizar o número de pessoas possibilita o foco no design – e mais chance de sucesso. Embora não exista um número mágico ou uma regra definitiva, três ou quatro personas são mais do que suficientes para a maioria dos projetos.

  1. Encontre contextos de interação e crie documentação de UX para personas 

Personas passam a ter valor quando estão associadas a um contexto. Um contexto ou cenário é uma situação imaginada que descreve como a persona irá interagir com um produto em uma situação particular para atingir seu objetivo final. Contextos ajudam os desenvolvedores a compreender o fluxo de navegação principal do usuário, e devem ser escritos a partir de uma perspectiva da persona, de preferência em alto nível, e articular cases de usabilidade que provavelmente irão acontecer.

Alguns exemplo de template de criação de uma pernona

Alguns exemplo de template de criação de uma pernona

  1. Compartilhe suas descobertas e garanta a aceitação do seu time

Socializar as personas com os investidores é um movimento crítico para o time de desenvolvedores. Todos membros de times e investidores devem ter uma associação positiva com as personas e perceber valor nelas. Assim que as pessoas se familiarizam com as personas criadas, elas começam a falar sobre elas como pessoas reais. Uma persona bem construída quase se torna mais um integrante da equipe. 

Normalmente, posters, cartões, action figures e outros objetos físicos reais são formas mais efetivas de comunicar e ajudam a mantê-las em mente, ao contrário de uma versão digital como um arquivo de documento ou uma apresentação ppt.

Personalização de UX Writing: definindo a persona e utilizando-a em outras mídias

Personas são ferramentas poderosas. Se desenvolvidas apropriadamente, tornam o processo de design menos complexo, guiando as etapas de ideação e auxiliando os desenvolvedores a atingirem o objetivo de entregar um bom UX para os usuários.

A partir da definição de uma persona dentro de uma estratégia de UX, o copy envolvendo o UX Writing consegue ser didático, explicativo, conduzindo o usuário na navegação, e ao mesmo tempo apresentar uma personalidade, que pode ser utilizada em outros canais além dos produtos digitais, como redes sociais, e-mails, estratégias de mídia e até mesmo no dia a dia das lojas físicas de uma empresa.

 

 

 

 

Compartilhe

Quem escreveu este conteúdo:

Matias Lucena

Matias Lucena, bacharel em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), redator publicitário, ilustrador de final de semana e pós-graduando em User Experience Design and Beyond pela PUC -RS. The Wire é o melhor storytelling da TV, mas meu coração vai estar sempre com a Família Soprano.

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email