Índice

Para mais conteúdos como este, cadastre-se para receber nossa newsletter.

Quero receber

Compartilhe

Diante de um mundo cada vez mais tecnológico e preparado para a transformação digital, as marcas já entenderam a importância de reforçar a presença online, principalmente através dos aplicativos.

Hoje é indispensável desenvolver um software e planejar a sua versão mobile, via aplicativo. Segundo uma pesquisa da TI Inside, 60% dos usuários de smartphones já fizeram compras em apps móveis. No entanto, desenvolver uma conexão emocional com o usuário por meio de uma interface não é nada fácil. Afinal, lançar um app não é a garantia de sucesso.

Qual é a receita do bolo?

Quando falamos sobre o desenvolvimento mobile, não existe uma fórmula pronta. O app perfeito é aquele que colocou em prática um planejamento apurado, uma pesquisa com o usuário e funcionalidades que tenham um fluxo inteligente de informações. Resumindo: o aplicativo deve atender às necessidades do público, ser simples, intuitivo, fácil de navegar e criar uma relação de proximidade e necessidade com o usuário.

Outro ponto importante que não deve ser esquecido é a preocupação com o momento em que usuário terá o app em mãos: ele vai estar em pé, sentado ou deitado? Parado ou em movimento? A internet vai pegar legal? São detalhes que influenciam para uma experiência positiva.

Ok, são muitas informações para lembrar na hora de criar um aplicativo, né? Mas ainda bem que existe uma área do design que cuida de tudo isso com muita autoridade: é o UX Design. Vamos conhecer melhor? Continue a leitura com a gente!

Entenda a frente de UX e UI

O UX Design (user experience/experiência do usuário) é um conjunto de estratégias pensadas para melhorar a experiência do usuário em um produto digital, como o aplicativo. A UX conta com três pilares para que o cliente “se encante” pela ferramenta:

– Interação com o sistema;

– Comportamento do app (quanto mais amigável, melhor!);

– Experimentação (atração do público).

Além dessas características citadas acima, o UX Design também reforça a arquitetura e a sincronia dos elementos apresentados na interface. Afinal, eles têm total relação com o emocional do cliente.

Dentro do UX design, encontramos os fundamentos de UI Design. Trata-se de uma área que cuida do visual do aplicativo. É o caso dos botões, os textos, as cores e todo o estudo gráfico que também ajuda a deixar o app mais intuitivo.

UX e UI são conceitos complementares e não funcionam sozinhos. Ao ter essa combinação equilibrada, os aplicativos mobile aumentam as chances de proporcionar uma excelente experiência ao usuário.

Imagine o aplicativo da Uber. Uma ferramenta super intuitiva que alcança diversos públicos, graças a sua organização e clareza nas informações como endereço, motorista, destino, valores, entre outros. Agora imagine se o app fosse complexo, com informações confusas e um design de má qualidade. Provavelmente não faria o sucesso mundial que faz hoje, não é mesmo?

A terceirização do desenvolvimento de aplicativos

Criar um aplicativo do zero e por conta própria pode ser bem trabalhoso. Que tal riscar da sua lista a preocupação com o desenvolvimento de apps? Aqui na agência Attri, temos um time completo e especializado em UX e UI Design.

Não gaste tempo pensando se o app vai dar certo. Fale com a gente e dedique-se no que realmente importa: o sucesso do seu negócio!

Fale com um especialista

Compartilhe

Quem escreveu este conteúdo:

Pedro Hermano

Pedro Hermano, bacharel em Publicidade e Propaganda pela (ESPM), especializado em Branding e Planejamento Estratégico de Marcas na McGill University, no Canadá e em Marketing Digital em Harvard. Pós-graduado em Gestão de Negócios pela Fundação Dom Cabral (FDC) e atualmente é sócio-fundador e diretor de criação da Attri. Em 2018, foi eleito Profissional Digital do Ano pela ABRADi-SP.

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email