Índice

Para mais conteúdos como este, cadastre-se para receber nossa newsletter.

Quero receber

Compartilhe

Você já teve a experiência de acessar algum site ou aplicativo e por alguma dificuldade não conseguiu concluir a tarefa que desejava?

Saiba que esse tipo de problema é causado por uma navegação e usabilidade mal projetada. Nesse artigo, vamos falar sobre a importância do UX nos projetos e por que as empresas devem investir nessa área que está cada vez mais em alta. Boa leitura!

O que é o UX

Para quem não conhece o termo, UX é uma sigla para User Experience, ou Experiência do Usuário, em português. Trata-se do estudo de tornar toda experiência mais simples e intuitiva, não se limitando apenas a produtos e serviços digitais. Uma loja física bem diagramada, com produtos distribuídos da forma correta, pode ser um bom exemplo UX no ambiente offline. Mas neste artigo, falaremos especificamente dos meios digitais, como sites, aplicativos e demais interfaces que se conectam com o usuário.

De forma geral, a frente de UX possibilita que os usuários entendam quais são os próximos passos durante o contato com o produto digital, permitindo que eles concluam as etapas com sucesso, como uma compra, um pagamento, uma avaliação, etc.

O UX está presente em cada momento de nossas vidas, sem percebermos! E essa é a ideia: nem sentir que estamos em uma experiência de compra, por ser tão natural e intuitiva. E assim, o usuário passa a usar a tecnologia de forma rotineira, gerando mais acessos e credibilidade à sua marca.

Motivos para a sua empresa utilizar o UX

Como falamos anteriormente, o UX é um conjunto de práticas que avalia os diversos processos dentro de um contexto, como o design, marketing, a performance, usabilidade e acessibilidade.

Quando o projeto já se inicia com um olhar para UX, a chance de uma boa experiência ser entregue ao usuário aumenta, bem como o engajamento dele com o produto. Como consequência, a marca é valorizada diante dos competidores.

Segundo a empresa Micro Focus, cada US$ 1 investido em UX traz de US$2 a US$100 de retorno! Outro dado importante é que 89% dos consumidores que tiveram uma experiência negativa com alguma marca, passaram a comprar do concorrente.

Na rotina de trabalho dos programadores, 50% do tempo são gastos em retrabalho que poderia ser evitado, pois o custo de corrigir erros após o desenvolvimento pode ser 4x mais caro do que antes do desenvolvimento.

Um dado trazido pelo IEEE.org (Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos) comprova que mais de 1 trilhão de dólares são gastos em projetos de TI anualmente (Why Software Fails), mas 15% desses projetos serão abandonados antes da conclusão e 25% desse abandono está relacionado à má gestão da UX do projeto. Ou seja, traduzindo em números: mais de 37 Bilhões de dólares são desperdiçados anualmente com a falta de UX nas empresas ao redor do mundo.

Essa é a prova de que as empresas estão cada vez mais notando que investir em UX pode trazer resultados tão bons (ou até melhores) do que investir apenas em marketing e comunicação.

O UX passa a ser a ferramenta de aquisição das empresas. Afinal, se o usuário tem uma experiência positiva, agradável e funcional com a marca, é claro que o produto ou serviço será bem avaliado e indicado para amigos e familiares. E, consequentemente, cada vez mais usuários convertendo em resultados financeiros positivos para a empresa – que terá mais verba para investir em UX e assim sucessivamente.

Como implementar o UX na sua empresa

Antes de estruturar times, contratar pessoas e abrir departamentos, é importante entender que o UX é um processo colaborativo. Ou seja, todos trabalham em conjunto, principalmente o cliente ou usuário. Ninguém deve supor que sabe das respostas, é por isso que a pesquisa e entrevista com o consumidor é fundamental para encontrar os melhores caminhos da evolução do seu produto digital. No ponto de vista da empresa, ela está aberta a pensar de forma colaborativa? Sua missão, valores e propósito estão alinhados a esse estilo de pensamento? A alta gestão terá resistência na implementação desse time?

São vários pontos a serem avaliados. Por isso, a dica valiosa é começar devagar! Inicie um projeto dentro da empresa e, aos poucos, vá aumentando as demandas. Assim, a empresa enxergará como funciona na prática, aprendendo e desenvolvendo um novo olhar sobre a mudança. Uma boa dica é experimentar a metodologia ágil de Design Sprint! Desenvolva hipóteses, faça protótipos e valide suas ideias em menos tempo e pouco investimento. 

A terceirização do UX

Nem sempre as empresas estão dispostas a montar times internos de pesquisa e design. Por isso, a terceirização do serviço de UX é uma excelente alternativa!

A Attri é focada em criar estratégias digitais e projetos de UX. Através de estudos, pesquisa e um design inteligente, oferecemos a melhor experiência ao usuário. Fazemos um trabalho aprofundado, entendendo as dores e identificando as oportunidades de inovação da marca através de um produto eficiente, encantador e com uma excelente experiência.

Entender e valorizar o conceito do UX é preservar o futuro dos negócios, garantindo a criação de novos produtos e serviços com constantes melhorias para resolver com eficiência as principais dores do usuário. Conheça os nossos cases de produtos ricos em Experiência do Usuário e descubra o que podemos fazer pela sua marca.

Fale com um especialista

Compartilhe

Quem escreveu este conteúdo:

Daniela Barbosa

Oi! Sou a Dani Barbosa, redatora, formada em Publicidade e Propaganda e cursando pós em Gestão Estratégica de UX Design. Ao invés de ser tagarela, uso o teclado para trocar ideias! Fique à vontade por aqui, tem muito artigo legal pra ser lido.

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email